terça-feira, 6 de novembro de 2007

"...Confesso acordei achando tudo indiferente..."

Faz um tempinho que não passava por aqui.
Essa coisa de escrever é bem pra 'profissa' mesmo, na mente é tudo muito mais fácil, dificil é organizar as palavras e coloca-las aqui pra alguem pode entender o que nem eu talvez entenda.
Acho fascinante esse mundo de blog, de pensamentos que de certa é jogado ai pela net, encontro cada coisa que fico horas aqui lendo lendo. Acho que pra me tornar um pouquinho melhor na colocação das palavras do que acho, preciso ler muito mais, mas eu chego lá. Nossa, estou ficando inspirada escrevendo e ouvindo "eu preciso dizer que eu te amo" - Cazuza. (hahahha)
Bom, nunca é tarde pra nada, por isso hoje acordei achando e olhando as coisas diferentes mesmo, se bem que a comprinhas na parte da tarde me deixo com a auto-estima lá em cima, mas acredito que seja porque o ano está acabando, e todo começo de ano fico assim anciosa, para que seja diferente, com outras esperanças, outros sonhos e novas pessoas, mais um ano está indo, tantas coisas eu vivi, mas com certeza agora estou aqui e posso dizer:
- EU VENCI.

Suas velhas palavras me ferem de um jeito novo.
Estoicamnete, ofereço a outra face.
Deixar você me magoar é um jeito lícito de tê-la.
Dói, mas foda-se.