segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Ida a Sp

Bom gente como tenho muitas coisas para escrever vou escrever por partes e dias, porque o trampo não me dá tempo para tal. A primeira parte será até a chegada a SP. O restante vou colocando aos poucos. Só tenho uma coisa a dizer: FINAL DE SEMANA MARAVILHOSO.

Por pouco não estaria aqui hoje para contar como foi o meu final de semana nao é mesmo Fabiana. Acreditem, existem vacas no volante que ainda se acham muito da certinhas, mas com a minha super motorista aqui estamos nós para mais uma semaninha.Esse final de semana foi ótimo, e não poderia ser diferente, claro que não foi nada de "nossa, mas que coisa DE OUTRO MUNDO", mas foram momentos gostosos com amigos de longa data, e com a presença sublime de Helio Mendes, sim sim, esse que largou um pouquinho o final de semana com a galerinha dele, e caiu no pagode com a gente. Bom mas vamos contar os acontecimentos desde o começo né?!
Na sexta, fui trabalhar e sai as 18:00 horas e fiquei esperando o helinho no serviço dele. Saimos correndo do centro e nem tempo deu de passar na Chococenter, o menino morrendo de fome e eu o apressando, vamos helinho, vamos! rs Chegamos em casa, e o bendito termo "arrumar as malas" não é comigo mesmo! Tenho vontade de sentar na beira da cama e chorar, porque a desculpa é sempre a mesma: NAO TENHO ROUPA! Claro que isso é um exagero de quase todas as mulheres, mas comigo sempre funciona de verdade, chego a ficar irritada, o que eu quase já não sou por natureza! Detalhe que meus pais já tinham ido na hora do almoço, e a Aline havia ido junto. Arrumação daqui, arrumaçao de lá:

-Helinho não esquece nada! -Helinho pegou isso, Helinho pegou aquilo.

Enfim, tudo pronto para mais um final de semana em São Paulo com a presença do brother. Começou a cair um toró e a unica opção que nos restou foi mesmo pegar um taxi até a rodoviária se não perderiamos o próximo onibus, e consequentemente o show "tão falado" em Guarulhos. Eu não sei o que acontece comigo, mas toda vez que chego a rodoviaria me dá um desespero de querer correr, mesmo sabendo que o ônibus só sairá depois de 30 minutos, ali estou eu correndo ai guichê, toda espalhafatoza, enfim compramos as passagens e ficamos sentados nos banquinhos em frente a plataforma 10/11. Bom, enquanto aguardo anciosa a espera do ônibus, observo algumas pessoas que estão a volta (eles aguardavam o ônibus da plataforma 11 chegar), eu como sempre muito curiosa comecei a prestar atenção na conversa dos mesmos e percebi que ali estavam mães que iam mandar seus filhos para Florianopolis, Escola de Fuzileiros Navais, juro fiquei emocionada e até com vontade de chorar de ver uma mãe toda boba e chorando que nem louca, certeza que estariamos falando, ou pensando:

-Pow mãe, para que mico!

Mas eu achei tão bonitinho, ela dizia, o que quase não dava pra se entender (mas eu tenho um dom de ler lábios, adoro isso, leio os lábios das pessoas de longe) rs:
- Meu filho, não fala pros amiguinhos que você não come OVO se não eles vão querer só fazer você comer ovo e mais ovo, fala que você não estava afim aquela noite.

Eu como sempre BEM curiosa, perguntei para essa mãe onde estavam indo todos aqueles meninos e ela aos prantos falou de novo(o que eu já sabia). Enfim, meu ônibus chegou, eu somente tive tempo de lhe desejar boa sorte ao filho e parabens pelo filho dela. Entrei no ônibus e o Helinho ligou o MP4 dele, eu como não tinha nada pra fazer (ler com aquela luizinha do busão me da dor de cabeça), pedi um fone pra escutar também. Um rapazinho que estava do outro lado do corredor, também estava com seu Ipod ligado que com certeza não era a mesma música que a minha, ele mexia muito as pernas, acho que ele estava nunm psy louco, e eu lá pagando de malandra escutando o rap do Helinho, faz tempo que não escutava Racionai's, os caras são muito bons mesmo.Racionais no ar filho da puta, pa pa pa daquii pa pa pa de lá, chegamos a São Paulo e o Helinho ainda morrendo de sono começamos a longa espera pela Fabiana, é que ela sempre resolve nos deixar esperando uns 30/40 minutos. Sim sim, ela chegou depois de acabarmos com um pacote inteirinho de salgadinho onde o Helinho não tinha matado a sua fome ainda. Dai partimos para a busca de Kaiê, nosso amigo do Piração, outro porra louca que sempre que estamos juntos causamos total, enfim todos no carro: Aline, Fabi, Helen, Helinho, Kaiê e Fábio, rumo ao nosso destino final: Show do BELO, Chrigor, Samprazer e TURMA DO PAGODE. Mal sabiamos oque estava a nossa espera, mas eu termino de contar essa parte no próximo post.
;]