quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Quer comer, porra!


Adiantaria desejar boa semana se eu já estraguei todo o nosso pouco tempo que restava?
Não leve pro lado pessoal criança, mas criancices me enojam, tipinho também.
Pode vir arrancar a minha blusa com os dentes, agora tira-las com delicadeza não é mais pra mim não. Não quero mais perder tempo, de papel de mocinha, já basta eu. Na verdade o meu doce já irrita, imagina misturado com o seu, vai dar é uma indigestão do caralho. Deixar esse lenga lenga de lado seria o ideal, mas você insiste em abrir com um puta cardápio francês e duzentos talheres. Pega com a mão, segura firme e parte direto pra sobremesa, eu aceito. Deixo mesmo. Juro também não ligar se disser que não tem repeteco, muito menos que essa era grátis e as outras terei que pagar, também aceito essa condição. Na verdade aceito todas, se você disser, só uma vez, que me quer, SEM ESSE DOCE TODO.