segunda-feira, 9 de março de 2009

Extremo

Anos-luz que não apareço.

Deve ser porque quando estamos felizes, não temos o que escrever.

Na verdade, não sei escrever sobre a felicidade. Ela fica aqui, estampada, viva e crescente a cada dia.

Mas escrever? IMPOSSÍVEL.